Terça-feira, 4 de Abril de 2006

"Desafio cumprido"

Comentador dos "quadros escritos" e da "cor da minha alma".


publicado por Blocas às 19:59
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De Lince a 4 de Abril de 2006 às 22:31
Claro que aceitas-te o desafio,outra coisa não era de esperar,pois o futuro pertence aqueles que acreditam na beleza dos seus sonhos, e tu,tu sempre acreditas-te e fizeste-me acreditar.

Com amor
Lince


De Online a 4 de Abril de 2006 às 22:49
O que dizer?

As palavras ficam no meu silêncio...
Simplesmente lindo...

Obrigado!

A vida é um desafio... ainda bem que está ultrapassado. Amanhã talvez venham outros...Tenho essa fé e essa vontade:)))

O beijo


De rom a 6 de Abril de 2006 às 12:10
devia existir um filtro para a poluição que aparece nos coments dos posts lol é tudo a colar-se a algo que nada tem a ver com mas pronto... ta giro o desenho blocas continua


De Rui Silva a 6 de Abril de 2006 às 17:44
Sou um amante de arte e resolvi dar uma olhadela,e gostei do que vi,pode continuar.
Sobre a existencia de um filtro,bom como é que depois depositava aqui os seus absurdos comentarios Rom?
Um abraço
Rui Silva


De lua branca a 6 de Abril de 2006 às 21:45
Acordo de noite subitamente,
E o meu relógio ocupa a noite toda.
Não sinto a Natureza lá fora.
O meu quarto é uma cousa escura com paredes vagamente brancas.
Lá fora há um sossego como se nada existisse.
Só o relógio prossegue o seu ruído.
E esta pequena cousa de engrenagens que está em cima da minha mesa
Abafa toda a existência da terra e do céu...
Quase que me perco a pensar o que isto significa,
Mas estaco, e sinto-me sorrir na noite com os cantos da boca,
Porque a única cousa que o meu relógio simboliza ou significa
Enchendo com a sua pequenez a noite enorme
É a curiosa sensação de encher a noite enorme
Com a sua pequenez...


De tonsdeazul a 7 de Abril de 2006 às 16:40
:) E não esperava outra coisa!

Um bom fim de semana


De Ni a 8 de Abril de 2006 às 21:00
A vida

É vão o amor, o ódio, ou o desdém;
Inútil o desejo e o sentimento...
Lançar um grande amor aos pés de alguém
O mesmo é que lançar flores ao vento!

Todos somos no mundo <>,
Uma alegria é feita dum tormento,
Um riso é sempre o eco dum lamento,
Sabe-se lá um beijo de onde vem!

A mais nobre ilusão morre... desfaz-se...
Uma saudade morta em nós renasce
Que no mesmo momento é já perdida...

Amar-te a vida inteira eu não podia.
A gente esquece sempre o bem de um dia.
Que queres, meu Amor, se é isto a vida!

Florbela Espanca

bj


De Simplesmente Maria a 10 de Abril de 2006 às 12:17
Gostava de lhe pedir um desejo.
Por favor desenhe algo bonito para mim,algo alegre com cor ,luz pois o seu blog deu-me amor ,agora quero recordar onde e quem mo deu ,Se poder aceitar ...
Mais uma vez muito obrigada meu anjo


De Rui Silva a 10 de Abril de 2006 às 16:32
Amiga,isto que lhe foi aqui pedido pela Simplesmente Maria ,nao o encare como sendo um desafio,o que lhe foi aqui pedido foi simplesmente um desejo...o 1 e quem sabe o ultimo
Despeço-me amargurado e sem palavras


De joka a 11 de Abril de 2006 às 01:23
Ainda bem que o desafio foi ganho. Os teus lápis, o teu traço, as formas que transportas para a tela, ganha cada vez mais admiradores. Fico muito feliz. Um beijo.


Comentar post

.Perfil

.pesquisar

 

.Contador

HTML Web Counter
Online Florists

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Quadros Recentes

. Os meus traços ac...

. Para ti...

. "Desafio cumprido...

. Trevo

. Velas...

. Nua<...

. Caravela

. Beijo

. Bolas

. Solto

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

.links

.participar

. participe neste blog

.Blogs

SAPO Blogs

.subscrever feeds